Desafios e tendências de Segurança da Informação para 2019

É importante que a segurança da informação esteja entre as prioridades do seu negócio

Veja o que esperar em 2019:

Segurança da informação como área estratégica

Empresas envolvidas com transações pela internet precisarão priorizar a Segurança da Informação neste ano. Com a chegada da nova legistação da LGPD nasce a necessidade de implementar controles de proteção de dados. Portanto, com  a nova legislação e o surgimento de demandas com segurança e tratamento de dados nas empresas, a função de Segurança da Informação poderá ser posicionada como uma área estratégica em 2019.

Soluções tecnológicas para combater ameaças

A tendência é que soluções tecnológicas sejam cada vez mais avançadas para combater as ameaças na rede, por exemplo, Inteligência Artificial (AI). Consequentemente, será necessário constante avaliação do atual sistema de gestão de segurança de dados. Portanto, é imprescindível dar atenção à área de T.I.

Inteligência artificial vai reforçar as soluções de segurança da informação

Com o grande avanço nos números e variedades de ameaças, fica claro que apenas a inteligência artificial pode combatê-las. Pesquisas mostram que desde 2017, 12% das organizações empresariais implantaram extensivamente análises de segurança baseada em AI e 27% o fizeram de forma limitada, de acordo com a consultoria ESG Research. Como o relatório observa, essas soluções não são de segurança pura da AI – em vez disso, ela adiciona peso analítico às tecnologias existentes. Visto a grande aceitação de AI no nível corporativo, ela continuará a crescer também no segmento de Segurança da Informação.

Mais tecnologia = mais pessoas

O texto da LGPD, assim como o da GDPR, prevê a necessidade de um Comitê de Segurança da Informação nas empresas para analisar os procedimentos internos. Dentro deste órgão deverá existir um profissional (Data Protection Officer) exclusivo para a proteção dos dados. Com isso, as pessoas não terão apenas a função de reter e tratar dados. Entretanto, farão acompanhamento  do uso dos dados pela empresa garantindo o cumprimento da lei. Além disso, ao se adequar ao LGPD, haverá a necessidade de uma campanha permanente de conscientização  para todos os colaboradores e agentes,  pesquisas mostraram que a maior deficiência de segurança da informação ainda reside nos erros e desvios cometidos pelas pessoas.

 

por | 2019-01-15T00:51:34+00:00 janeiro 9th, 2019|Notícias, Segurança da Informação|