Os principais erros em automação de TI

Com tantas questões apontando a praticidade da automação de TI, é difícil argumentar contra sua implantação dentro de uma empresa.

Economia de tempo e dinheiro, eficiência e aumento de produtividade. Mudanças que trazem resultados financeiros são alguns dos pontos que fazem brilhar os olhos dos empresários ao optarem por automatizar processos internos.

Porém, até a automação não é isenta de problemas, principalmente quando a empresa a passar por este processo não tem um bom parceiro de TI que oriente e ajude nas decisões estratégicas da companhia.

Para que a automação cumpra sua “promessa”, deve-se conhecer quais erros de automação de TI precisam ser evitados.

Falaremos de alguns exemplos de erros que podem problematizar os esforços e até mesmo o sucesso da automação da TI.

Estratégia de automação falha

Para o bom funcionamento de qualquer iniciativa importante relacionada à TI, é necessário que haja um plano mestre para o uso da automação.

Uma estratégia abrangente e claramente definida que impede que as coisas saiam do controle devido à falta de previsão.

Falta de um forte plano de negócios  

Antes de qualquer investimento em automação, tenha total compreensão dos custos totais de produtos e serviços – e quais serão os benefícios para o seu negócio – para calcular o retorno preciso sobre o investimento (ROI).

Neste ponto, o parceiro de TI ideal poderá apresentar claramente a melhor decisão a tomar, mas sempre de olho em um forte plano de negócios para que sua empresa não enfrente prejuízos.

Automatização cedo demais

Muitos processos de negócios podem ser potencialmente automatizados, mas isso não significa que faça sentido pôr em prática.

Uma grande empresa do setor de pagamentos, por exemplo, tentou implementar uma plataforma de automação de banco de dados como padrão e obteve alguns sucessos com casos de uso específicos. Mas outros nem tanto.

Nem todos os processos precisam ser automatizados. Alguns funcionam melhor manualmente, e inseri-los em um processo de automação pode acabar gerando retrabalho e demanda negativa para a área. Saiba delegar.

Precipitação com o RPA

Muito tem se ouvido falar sobre o RPA e, embora os benefícios possam ser substanciais para automatizar muitos processos, as organizações não devem se apressar nas implantações sem estarem bem orientadas sobre o assunto.

Visto que as ferramentas de RPA podem ser poderosas quando implementadas da forma certa. Mas, inversamente, podem ser frustrantes e caras.

Precipitar-se com o DevOps

Já falamos aqui sobre a adoção do DevOps pelas empresas e seus benefícios, mas é preciso ter cautela.

Adotar o DevOps muito rapidamente pode trazer problemas não apenas para a área de TI, mas para toda empresa.

O DevOps não acontece da noite para o dia. É uma metodologia que altera desde os processos das áreas até o mindset da equipe. Por isso deve ser muito bem planejado.

Centralizar apenas na tecnologia

O princípio de “pessoas, processos e tecnologia”, comumente citado em apresentações comerciais e acadêmicas, também se aplica à automação.

Porém, a automação sempre irá além de uma tecnologia e manter uma abordagem orientada de forma contrária deixará de lado o chamado “elemento-chave” para o sucesso da área e da companhia: as pessoas.

Gostaria de saber mais sobre como realizar a automação de TI da sua empresa sem passar por nenhuma dessas situações? Entre em contato!

Acesse o conteúdo completo.

por | 2019-05-10T19:19:54+00:00 abril 26th, 2019|Notícias|