Carreiras do futuro que prometem revolucionar a TI

Com o avanço da tecnologia, o conceito de Inteligência Artificial e automação de processos têm sido aplicado em diversos mercados nos mais diversos setores. E esse cenário tem causado preocupação por associar estes facilitadores à possíveis perdas de emprego, principalmente no mercado de TI. 

Porém, as pesquisas vêm mostrando o contrário. Em alguns setores, por exemplo, a tecnologia resulta em novas demandas, abrindo novas possibilidades de trabalho, ao invés de extinguir. 

A Tecnologia da Informação é uma destas áreas que prometem se reinventar criando novas possibilidades de carreira e gerando demanda tanto para profissionais quanto para máquinas. 

Que o futuro do trabalho será impactado pela IA  e pela automação em grandes proporções, isso é fato. A Transformação Digital já vem moldando essa realidade modificando todo o universo da TI que começa a exigir profissionais com habilidades e conhecimentos específicos.

A fim de prever e preparar esse mercado, um artigo escrito pelo MIT Technology Review, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, explica quais são as principais carreiras do futuro e as qualificações que você deve priorizar ao recrutar cada um desses perfis:

“Treinador” de máquinas

Para que um software de IA se torne de fato inteligente, é preciso treiná-lo. Uma empresa de robótica pode precisar de milhares de esferas diferentes para estabelecer sua linha de produção, por exemplo. 

Temos exemplos no Brasil, em São Paulo, para ser mais específicos, existem treinadores de máquinas trabalhando em um projeto da IBM na Pinacoteca de São Paulo. Eles usam computação cognitiva para tornar o passeio ao museu interativo e personalizado. 

Para isso, foi criado um assistente cognitivo que responde perguntas dos visitantes sobre sete obras do acervo do museu. E o sistema foi treinado por especialistas em arte.

  • Conhecimentos necessários de um profissional Treinador de Máquinas:
  • Conhecimentos sobre big data analytics;
  • Conceitos de estatística e programação;
  • Conhecimentos sobre o pré-processamento de bases de dados;

Engenheiro de IA

Empresas com foco em desenvolvimento de Inteligência Artificial começaram uma busca frenética por profissionais com conhecimento de alto nível nesta área. A dificuldade em encontrar pessoas com habilidades específicas para esta área torna os salários ainda mais altos e aumenta a valorização da posição.

Conhecimentos necessários de um profissional Engenheiro de IA:

  • Domínio de conceitos de ciência da computação ou matemática (de preferência, com mestrado ou doutorado na área);
  • Domínio de programação em linguagens como Python, Java e Scala;
  • Conhecimentos sobre o pré-processamento de bases de dados;
  • Excelente capacidade de comunicação e de análise de dados.

Cientista de dados

A profissão data scientists já é considerada a comum no mercado de tecnologia. E com as previsões para áreas de TI, a tendência é que ela esteja entre uma das mais valorizadas no futuro.

De acordo com o coneito de ciência de dados: trata-se de uma intersecção entre diferentes áreas, como visão holística e estratégica, entendimento dos modelos de negócio, capacidade de identificar e priorizar problemas reais por meio de análises de bancos de dados e, por fim, capacidade de aplicar técnicas de estatística, programação e machine learning adequadas para solucionar esses desafios. (runrun.it)

Dessa forma, um profissional habilitado para esta função está apto a coletar, processar e analisar informações, e é capaz de atrelar essas referências aos objetivos de um negócio. Além disso, é indispensável a boa capacidade de comunicação. 

Conhecimentos necessários de um Cientista de Dados:

  • Linguagens de programação (especificamente Python ou Java);
  • Muito conhecimento de data analytics;
  • Forte conhecimento de matemática;
  • Um mestrado ou um doutorado na área;
  • Boa capacidade de comunicação.

Analista de Business Intelligence (BI)

Outra área com futuro otimista no mercado de TI é a de analista de BI. O profissional apto para esta função deve demonstrar expertise com tecnologia de base de dados, com análises de dados e ferramentas de relatórios.

Conhecimentos necessários de um Analista de Business Intelligence (BI):

  • Experiência em consultas a bases de dados;
  • Processamento analítico online;
  • Fortes habilidades em escrita de códigos;
  • Boa capacidade de comunicação.

Técnicos de help desk ou de suporte

Todas as formas de suporte de TI tendem a crescer imensamente, a causa principal é o aumento do número de plataformas tecnológicas tanto para comércio quanto para a gestão interna das companhias. 

Como já explicamos aqui no blog, o Help Desk é o primeiro contanto, ou seja, a linha de frente da relação do consumidor tanto do serviço de TI quanto o cliente final. Dessa forma, quanto maior a adesão de IA e automação pelas empresas, maior será a necessidade de bons profissionais de TI para Help Desk.

Conhecimentos necessários de um Técnico de Help Desk ou de Suporte:

  • Nível júnior: posições de entrada que requerem menos de dois anos de experiência e um certificado de curso em escola técnica;
  • Nível pleno: posições que exijam de dois a quatro anos de experiência, um certificado de graduação e experiência de trabalho relevante;
  • Nível sênior: quatro ou mais anos de experiência em uma área de help desk, diploma de graduação em área relacionada e certificações profissionais.
por | 2019-08-27T20:23:40+00:00 agosto 27th, 2019|Notícias|